Histórico

Igreja Antiga - Paróquia Cristo Ressuscitado

07 / 1981

07 / 2009

Em 1972, Frei Marcos Sassatelli, proveniente da Vila Coimbra, Igreja São Judas Tadeu, iniciou as atividades de evangelização no bairro Parque Amazônia. 

O bairro foi fundado nos anos 60 pelo Sr. José Rodrigues de Moraes e o Sr. Antônio Fidelis, proprietários de toda a área do setor e também do bairro Jardim América. Começou um crescimento populacional maior nos anos 70, mas era ainda um bairro muito carente, sem infraestrutura e com dificuldades de transporte e comunicação.

As celebrações aconteciam em uma casa alugada por Frei Marcos na Rua Periatã, onde residia. Em 1973 as celebrações eram realizadas nas casas de D. Maria Abadia da Silva, esposa do Sr. Jovelino José da silva (Parte baixa do Parque Amazônia) e de D. Rosa (na Parte Alta).  Mais tarde as missas passaram a ser celebradas em um cômodo do armazém Estrela, na Alameda Imbé, Qd. 184, lt. 19.

Em 1973 Frei Marcos conseguiu a doação, da parte do Sr. Antônio Fidelis, de um terreno para a construção do centro comunitário Pe. Moraes, situado na Praça D. Maria Celina com Rua Jari, Qd 74, lote 01 e com a ajuda de amigos italianos e da comunidade iniciou a construção em forma de mutirão.

No dia 25 de julho de 1975, festa de São Tiago Apóstolo, foi criada a nova Paróquia Cristo Ressuscitado, desmembrada da Paróquia Santo Antônio, do Setor Pedro Ludovico, com uma celebração a céu aberto presidida por Dom Fernando Gomes dos Santos, onde hoje è o Centro Comunitário.  Concelebraram Frei Marcos e Frei Beraldo Francisco. Ergueu-se uma grande cruz feita de troncos e foi assinado o Estatuto da Paróquia. Os serviços paroquiais eram exercidos no centro Comunitário.

A linha divisória da nova Paróquia, conforme decreto N 1/75 da Cúria Metropolitana de Goiânia, parte da nascente do córrego Serrinha, descendo por este até sua confluência com o córrego Cascavel, segue, por este acima, até a divisa do município de Goiânia com o município de Aparecida de Goiânia, por esta divisa, rumo leste, até a Avenida Imbé, continua por esta até a Rua Jaçanã e, por esta, até o ponto inicial. 

Em 1976, vivia-se a experiência das Comunidades de Base (CEBs), as celebrações eram feitas no Centro Comunitário e também nas casas, que tornaram-se a base dos grupos, onde as famílias se reuniam para ler a Palavra de Deus e discutir os problemas do bairro.

Em 1978 foi realizada a primeira Assembleia Paroquial e formada a coordenação Pastoral. Os casamentos e batizados eram realizados nas Comunidades de Base, onde também se fazia a catequese.

Em 1979 a comunidade conseguiu o terreno onde hoje é a Igreja Matriz e iniciou a construção de uma pequena Igreja. No dia 16 de julho de 1981, Dom Fernando e Frei Marcos celebraram a primeira missa, momento em que foi dada a bênção da Igreja e presidida a primeira crisma na Paróquia.

No ano de 1983 foi criada uma escola de formação bíblica, política e catequética para os coordenadores e com a ajuda de Divina de Almeida Manço e das irmãs Maria Augusta e Emília Martí foi criado o primeiro grupo de catequistas, com reuniões todos os domingos. Criou-se também o primeiro grupo de jovens da paróquia.  Frei Marcos recebeu uma grande contribuiçao de dois missionários Italianos, Lino Coveli e Anna Martinelli, na formação desta comunidade. Em agosto de 1987 Frei Marcos foi transferido.

Pe. Raimundo Lopes Salgado, que como seminarista já ajudava nas atividades pastorais, após ser ordenado sacerdote assumiu a direção da comunidade paroquial em setembro de 1987, juntamente com dois seminaristas, Divino Ribeiro da Silva e João Brito. Em dezembro de 1988 o diácono Divino Ribeiro da Silva foi ordenado sacerdote e passou a ser o novo pároco, recebendo de D. Antônio Ribeiro de Oliveira a provisão, dia 21/02/89.

No ano de 1993 foi realizada uma Assembléia para aplicar o Plano de Pastoral da arquidiocese. Em 1994 a comunidade Menino Jesus de Praga, que fazia parte da Paróquia Santa Cruz, passou a integrar esta Paróquia. Hoje esta Comunidade é a atual Paróquia N.Sra. do Rosário. No ano de 1995 agregou-se também à Paróquia Cristo Ressuscitado a Comunidade Nossa Senhora Aparecida, do conjunto Estrela do Sul.

Em 2001 o Pe. Divino Ribeiro da Silva foi transferido para a Paróquia Rainha da Paz, na Vila União, e o Pe. João Luiz da Silva tornou-se o novo administrador paroquial. A partir de junho de 2002 também a Comunidade Sagrado Coração de Jesus, do Residencial Jardins Viena, passou a ser assistida pela Paróquia Cristo Ressuscitado.

Em setembro de 2002 deu-se início à construção da nova Igreja Matriz. Graças ao esforço e dedicação do Administrador paroquial e dos paroquianos, com a devolução consciente e generosa do dízimo, algumas campanhas e muitas outras formas de doações espontâneas, o novo templo foi concluído. Em 19 de julho de 2009 Dom Washington Cruz presidiu a celebração de dedicação da nova Igreja Matriz da Paróquia Cristo Ressuscitado, quando fez a deposição da relíquia do Mártir São Lino “ex Ossibus S.Lini S.P.M.”, segundo Papa da Igreja Católica.

Em janeiro de 2011 o Pe João Luiz assumiu a Paróquia Santa Cruz, em Aparecida de Goiânia e a partir deste momento as Comunidades Menino Jesus de Praga e N.Sra. Aparecida, do Conjunto Estrela do Sul, passaram a pertencer a esta Paróquia.

Pe. Antônio Donizeth do Nascimento tomou posse como novo pároco no dia 06 de fevereiro de 2011, em Celebração presidida por Dom Waldemar Passini Dalbello, permanecendo até janeiro de 2014, quando foi transferido para Senador Canedo, para a Paróquia N.Sra. Auxiliadora.

No dia 23 de fevereiro de 2014 Pe. João Inácio Assis Gomes assumiu como novo Administrador Paroquial, em missa presidida por Dom Washington Cruz. Deu novo impulso à Pastoral Familiar com a retomada do Encontro de Casais com Cristo na Paróquia e com o início das atividades do Projeto Família do Céu Aqui na Terra, e o encontro dos noivos em preparação para o casamento, bem como com o acompanhamento e incentivo das Equipes de Nossa Senhora.

Fortaleceu o grupo dos Acólitos e Coroinhas, a catequese de crianças, jovens e adultos e incentivou as crianças a participarem ativamente da missa das 10h, aos domingos, a cantar, ler e animar as celebrações. E na parte administrativa fez uma série de reformas e melhorias no centro de Pastoral Paroquial.

Em 2019 foi feito o piso tátil no passeio ao redor de toda a igreja e foi instalado um sistema de climatização no interior da igreja.

Dia 10 de fevereiro de 2019 teve início o grupo de adolescentes e jovens na Paróquia com a coordenação do Projeto Lançai as Redes. As reuniões acontecem aos domingos das 17h30 às 19h.